Rita Lee – uma autobiografia

Desses livros que para se devorar… Ainda mais para mim, que sou fã da Rita Lee, camaleoa, roqueira com voz de bossa-nova, viajante, criativa, genial, irresponsável, amante dos animais, doida, conhecedora do mundo…

A forma que ela escolhe para escrever sua autobiografia é interessante e dinâmica, com uma cronologia que vai e volta e deixa com um gosto de quero mais.

Não é fácil ler os trechos em que ela se auto deprecia, de forma cruel até. Porém, somente ela sabe o que passou e o que isso significou. Digo isso com relação às drogas e afins… Acho que ela também pega pesado quando se diz uma cantora média ou quando se coloca pra baixo (e, consequentemente, coloca o Roberto lá em cima, quase inatingível). Ainda assim, Rita é Rita e não nega fogo. Eu ri, eu chorei e eu aplaudi.

Todo fã deve ler essa obra. Quem não é fã… bom… aí acho que você deve ler e ouvir um ou dois discos para rever seus conceitos… 😉😉

Para mim, um livro 5 estrelas!!

⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️

Publicado por

Eli Leite

Apaixonada por livros, filmes, poesia, textos, histórias e estórias

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.