5 Livros e a Segunda Guerra

A Segunda Guerra Mundial é um tema inesgotável. Seu horror, suas consequências e o inimaginável que por ali passou resultou em inúmeras obras literárias a respeito, desde a mente de Hitler até as vítimas dos campos de concentração, passando pela reconstrução de países inteiros. Famílias despedaçadas, algumas aniquiladas por completo, testemunhos, retratos, destroços. Tudo isso pode ser visto também em filmes e séries. Existem obras de não-ficção, de ficção, baseadas ou inspiradas em fatos reais…

Por alguma razão, este tema sempre me chamou. Ao pensar sobre o assunto, percebo que já li alguns bons livros, que estão entre meus preferidos, ambientados na Segunda Guerra Mundial. Creio que seja porque tratam de superação, de nunca desistir, mesmo nas piores circunstâncias, à beira da morte. Falam de uma compaixão quase impossível, de não se entregar ou desistir de seus valores. Ao mesmo tempo, tratam de entender e perdoar ao outro e a si mesmo, quando possível.

Sobre este tema, recomendo 5 livros:

Toda a Luz que Não Podemos Ver ( All the Light We Cannot See )

Autor: Anthony Doerr (1 ª edição publicada em maio de 2014)

Este livro ganhou o Pulitzer em 2015 e conta a história de uma menina cega e um jovem soldado que, pelos encontros e desencontros da vida, tem seus destinos cruzados. Confesso que este é um dos melhores livros que já li até hoje. Mergulhei na história de uma forma que foi difícil terminar de ler e sair dele. Recomendo a leitura e convido a compartilharem sua opinião sobre ele, caso já tenham lido ou venham a fazê-lo!

Toda luz que não podemos ver

A Menina Que Roubava Livros (The Book Thief)

Autor: Markus Zusak (1ª edição publicada em setembro de 2005)

Um livro que me marcou pela forma inusitada da narrativa (a Morte é a narradora). Além disso, a história da menina que se apaixona por livros tem muito a ver comigo mesma, minha infância e como eu me relaciono com a escrita. O que me chamou a atenção também foi a forma pela qual o autor retrata a compaixão, ainda que cercada pela Morte e pela Guerra. Um livro obrigatório!

A Menina que Roubava Livros

Mulheres Sem Nome (Lilac Girls)

Autora: Martha Hall Kelly (1ª edição publicada em abril de 2016) 

Um livro arrebatador! Inspirado nas cartas de Caroline Ferriday (socialite norte-americana que trabalhou no Consulado da França à época), fala sobre as histórias de três mulheres, a própria Caroline, Kassia (polonesa) e Herta (alemã). Cada uma sente, na pele, o horror da Segunda Guerra, seja de que lado for. Para mim, a história de Kassia é a mais aterrorizante, e revela os bastidores da crueldade dos campos de concentração. O que me conquistou foi a forma pela qual a autora retrata sentimentos como amor, compaixão, raiva, perdão, resignação, além de falar sobre a difícil arte da superação. Dos livros mais recentes que li, este é, inegavelmente, um dos mais impactantes. Da metade para o final, fica impossível largá-lo.

Mulheres sem Nome

O Menino do Pijama Listrado (The Boy in the Striped Pyjamas)

Autor: Jonh Boyne (1ª edição publicada em Janeiro de 2006)

O Menino do Pijama Listrado

Como eu poderia resumir este livro? Fala da Segunda Guerra ou da amizade entre dois garotos? Sobre a ingenuidade frente ao horror da realidade que assolou o mundo? Um pouco de tudo isso, dentro de um livro curto, que se lê de uma só vez, e que se leva para sempre. Pode ser que você não goste tanto quanto eu gostei, talvez tenha assistido ao filme, mas para mim foi um dos primeiros livros que me fez ficar chocada com o final, que me fez sentir como se fosse o protagonista. O site Goodreads (https://www.goodreads.com/), assim resume: “o Menino do Pijama Listrado é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável”.

O Diário de Anne Frank (Het Achterhuis)

Autora: Anne Frank (1º edição publicada em 1947)

O Diário de Anne Frank

Poderia ter lido esse livro há muitos anos… Por qual motivo fui ler só em 2015, não cabe a mim explicar… Quantos livros ou filmes ainda quero ler e assistir e ainda não o fiz? Enfim, o que sei é que assim que terminei de ler o livro, calhou de eu fazer uma viagem a Amsterdam e visitar a casa de Anne Frank. Indescritível a sensação que tive ao adentrar a casa. O livro é arrepiante e sensacional, atemporal já. Uma verdadeira obra-prima, relíquia dos tempos da Guerra. Não é ficção, é o retrato de uma menina que vira adolescente em plena guerra e, durante os tempos que deveriam ser áureos em sua vida, ela fica presa em casa e, por fim…. bom, todo mundo já sabe. Para quem não leu, por favor, inclua em sua lista! Este é um livro essencial.

E aqui termina minha lista… Espero que tenham gostado! Aguardo comentários, sugestões, ideias…

Publicado por

Eli Leite

Apaixonada por livros, filmes, poesia, textos, histórias e estórias

4 comentários em “5 Livros e a Segunda Guerra”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.