John Green e as tartarugas

Declarei meu amor por John Green em um post anterior… Este é o terceiro livro dele que tenho o prazer de ler. Literalmente, devorei. Como se devora aquele seu doce preferido, como se devora algo que você não quer que acabe mas não consegue parar de devorar.

Aqui temos Aza, Davis e Daisy. Tão diferentes e tão complementares um ao outro. Mas o foco mesmo está em Aza, a protagonista. Portadora de um TOC quase incapacitante, ela tenta tocar a vida. A forma como John Green nos faz entrar na vida de Aza e quase nos transformar nela é o que torna esse livro tão especial.

O livro acaba e o vazio se instaura. Exatamente o vazio que sentimos quando acaba aquele doce de que tanto gostamos. E como não gostar de Aza e não sentir tudo o que ela sente?

Recomendo muitíssimo.

Publicado por

Eli Leite

Apaixonada por livros, filmes, poesia, textos, histórias e estórias

Um comentário em “John Green e as tartarugas”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.