Resenha: Livros “Bonsai” e “A Vida Privada das Árvores”

Os dois livros são de Alejandro Zambra, escritor chileno muito bem conceituado. Ambos tem o tema da árvore japonesa em comum. São super curtos, porém intensos.

“Bonsai” tem histórias entrecortadas, como se um bisturi fizesse uma incisão precisa em um dado momento do tempo e espaço. Você olha por essa fresta e, quando vê, acabou. Deixa marca, deixa um gostinho de quero mais. queria um romance inteiro, longo, para me afogar.

“A Vida Privada das Árvores” é um pouco maior, mas não muito. Não engana o leitor… Logo avisa que vai acabar em algum momento. E, mesmo assim, quando efetivamente acaba, o leitor se vê surpreso. Como assim? Cadê o resto? Quero mais, muito mais…

Alejandro Zambra tem uma maneira de escrever que muito me atraiu. ao mesmo tempo em que narra o cotidiano, traz reflexões profundas sobre o ser humano e suas fraquezas, pequenices, limitações. Sobre seus sonhos guardados em caixinhas, sobre o ego e vaidades. Sobre querer ser, mas sem fazer grandes esforços e existir apenas nesse desejo que nunca se concretiza. São dois livros que tratam da realidade e também do flerte com o imaginário, o futuro, o querer ser…

Duas pequenas obras-primas contemporâneas.

Recomendo!

Publicado por

Eli Leite

Apaixonada por livros, filmes, poesia, textos, histórias e estórias

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.