Resenha: Men Explain Things to Me & Other Essays, de Rebecca Solnit

Minha expectativa foi superada com relação a este livro. Ao ler o título, pensei que Rebecca Solnit falaria tão-somente sobre o “fenômeno” mansplaining, o que, por si só, é um tópico que pode resultar em várias páginas e subtemas. Qual não foi minha surpresa ao me deparar com outros ensaios dela, que tratam não somente do “macho palestrinha”, mas também de muitos outros comportamentos opressores. Fala, ainda, de como o feminismo é muito mais antigo e amplo do que podemos imaginar e de como ele se propaga entre todos os gêneros (comprovando a tese de que o feminismo não é um ato contra os homens).

As denúncias, a revolta e o inconformismo estão lá, como também estão no livro “The Mother of All Questions”, também de Rebecca Solnit. Ainda assim, há um ensaio que fala sobre Virginia Woolf. Este me surpreendeu positivamente. Confesso que não li ainda um livro de Virginia Woolf (sim, lamentável!), mas logo corrigirei isso. A ótica de Solnit para com os textos de Woolf e, especialmente, em relação ao escuro, ao desconhecido, à liberdade de vagar e, nisso, encontrar-se consigo mesma, me trouxe tantos pensamentos à mente, e me fez ir muito além do que eu poderia imaginar que iria nesta leitura.

Recomendo a leitura para toda e qualquer pessoa que tenha interesse em um tema tão humano e mundial como o feminismo e seus desdobramentos. E não tem como Rebecca Solnit não tocar em misoginia, cultura do estupro, feminicídio e mansplaining, dentro outras formas odiosas de opressão. Mas é com um tom otimista que ela finaliza o ensaio “Pandora´s Box and the Volunteer Police Force – What do Men Want”:

“Here is that road, maybe a thousand miles long, and the woman walking down it isn’t at mile one. I don’t know how far she has to go, but I know she’s not going backward, despite it all—and she’s not walking alone. Maybe it’s countless men and women and people with more interesting genders. Here’s the box Pandora held and the bottles the genies were released from; they look like prisons and coffins now. People die in this war, but the ideas cannot be erased.”

Publicado por

Eli Leite

Apaixonada por livros, filmes, poesia, textos, histórias e estórias

Um comentário em “Resenha: Men Explain Things to Me & Other Essays, de Rebecca Solnit”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.