Lembranças

Fim da madrugada,

O dia nascendo diante de meus olhos.

O calor de seu corpo

Seguido do frio da manhã.

Envolta nas lembranças,

Nos sentimentos

E no momento que se prolonga…

Entrando no coração,

Descobrindo que sou sua

E você é meu,

Na nossa água límpida,

Intocável,

Onde o sol afunda em êxtase.

Assim como o entardecer anuncia

A noite,

Seu toque me desperta e acalenta,

Perco-me em seus braços,

E me encontro dentro dos seus olhos…

Eliana Leite

02.10.1995

Publicado por

Eli Leite

Apaixonada por livros, filmes, poesia, textos, histórias e estórias

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.